O preço médio vendas das casas de luxo na cidade de Lisboa desceu 2% no segundo trimestre deste ano face ao mesmo período do ano passado, revelou a Confidencial Imobiliário no âmbito do Sistema de Informação Residencial (SIR), considerando a análise à gama mais alta do mercado habitacional.

De acordo com o mesmo comunicado, já em termos trimestrais os preços médios da habitação de luxo na capital mantiveram-se estáveis. No 2º trimestre de 2015, o valor médio de venda das casas de luxo em Lisboa era de 3.887 euros por metro quadrado.

As freguesias da Misericórdia – que abrange parte da Baixa e o Chiado -, de Santo António – que contempla o eixo da avenida da Liberdade e rua Castilho -, e do Parque das Nações são as que exibem os preços mais elevados neste segmento de luxo, com valores de venda entre os 5.400 e os 5.800 euros por metro quadrado no 2º trimestre de 2015.

A Confidencial Imobiliário destaca ainda a freguesia das Avenidas Novas, onde as casas de gama alta foram vendidas, em média, a 4.738 euros por metro quadrado, além de Alcântara, Lumiar e Estrela, freguesias nas quais os preços de venda de habitação de luxo se situou neste trimestre acima dos 4.000 euros por metro quadrado.

Destas freguesias mais caras no segmento de luxo, apenas o Parque das Nações e o Lumiar apresentam um hiato pouco expressivo entre o preço de oferta e o preço final de venda. Nos dois casos, os preços de oferta estavam, respetivamente, em 1,3% e 0,5% acima do preço de venda. Nas restantes freguesias, esse diferencial varia entre 18% e 33%, ou seja com preços de oferta que estavam entre 18% a 33% acima do preço a que as casas foram posteriormente vendidas.