Cerca de 1.500 vivendas e apartamentos do Algarve deverão começar a ser leiloadas a partir da próxima quarta-feira no Taobao, o maior portal de comércio eletrónico da China, anunciou na terça-feira um jornal oficial chinês.

No conjunto, as vivendas e apartamentos estão avaliados em 1.600 milhões de yuan (cerca de 242,5 milhões de euros) e as áreas variam entre 231 e 363 metros quadrados, precisa o China Daily.

No entanto, as fotos das casas que estão á venda no site não são de Vale do Lobo. Serão de outras zonas do país e o empreendimento no Algarve já exigiu a remoção das fotos que garante terem sido usadas de forma indevida.

Segundo o jornal, a licitação será conduzida pelo Paimai, o site do Taibao especializado em leilões, e visa "satisfazer a crescente procura de imobiliário estrangeiro por parte dos chineses ricos".

O leilão é apresentado como "o último desenvolvimento no processo de globalização" do Paimai, empresa que desde dezembro passado já leiloou propriedades de mais de dez países, incluindo "castelos em Franca e em Itália".