Portugal regressa esta quarta-feira aos mercados com duas emissões de Bilhetes do Tesouro, uma a três e outra 11 a meses, com o objetivo de arrecadar até 1.000 milhões de euros.

Segundo a informação divulgada pela Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP), os leilões de dívida de curto prazo serão realizados pelas 10:30 (hora de Lisboa) e terão como maturidades 20 de maio de 2016 e 20 de janeiro de 2017, respetivamente.

Com estas duas emissões, a agência liderada por Cristina Casalinho pretende encaixar um montante indicativo global entre os 750 e os 1.000 milhões de euros.

A última emissão de BT a 11 meses foi realizada em dezembro e, na altura, o IGCP colocou no mercado 750 milhões de euros, tendo conseguido uma taxa média de juro de 0,030%.

Também a emissão mais recente de BT a três meses foi em dezembro do ano passado, tendo o IGCP colocado no mercado 248 milhões de euros a uma taxa de juro média de -0,023%.