O Estado arrecadou 11.120 milhões de euros em certificados de aforro, nos primeiros sete meses do ano. Segundo dados do IGCP, só em julho a receita proveniente dos certificados de aforro totalizou os 263 milhões de euros.

No caso dos certificados do tesouro o saldo foi positivo, aumentando 324 milhões de euros em julho face ao mês anterior.

De acordo com o boletim de agosto, o Estado tinha no final do mês passado 11.120 milhões de euros em certificados de aforro e 3.476 milhões de euros em certificados do tesouro, somando 14.596 milhões de euros.

.Relativamente aos certificados de aforro, os portugueses investiram 323 milhões de euros em julho neste instrumento e amortizaram 60 milhões de euros, enquanto nos certificados do tesouro as famílias aplicaram 326 milhões de euros e levantaram dois milhões.