O número de desempregados voltou a baixar em setembro. De acordo com os dados do instituto de emprego e formação profissional, esta descida abrangeu jovens e adultos, todos os níveis de instrução e ainda todas as regiões do país.

Voltou a baixar o número de desempregados inscritos nos centros de emprego. Em setembro eram 616.622, menos 81 mil que no ano passado. Em apenas um mês, 7.600 nomes saíram das listas.

Segundo os números do Instituto de Emprego e Formação Profissional, o número de casais em que ambos os cônjuges estão sem trabalho também desceu 5%, são agora 11.739

Mas a redução do número de inscritos beneficiou adultos e jovens, inscrições de curta e longa duração, todos os níveis de instrução e também todas as regiões do país.

Os números mostram ainda uma subida de 57% nas ofertas de emprego em setembro e de 40% nas colocações de desempregados no mercado de trabalho. Mesmo assim, no final do mês, existiam ainda mais de 23.600 ofertas de emprego por preencher.