Os hoteleiros lisboetas e algarvios têm boas expectativas quanto às taxas de ocupação para o mês de junho. Estas são as principais conclusões de um inquérito da Associação de Hotéis de Portugal (AHP), divulgado esta quarta-feira.

Em declarações à Lusa, Cristina Siza Vieira, presidente da direção executiva da AHP, os resultados apontam para «uma melhor performance este ano» dos hoteis em Lisboa, em relação ao mesmo período do ano passado. 

Dos 34 hotéis inquiridos em Lisboa, 75% afirmaram esperar uma ocupação acima dos 50% entre 1 e 19 de junho. Em 2014, estes resultados observavam-se «apenas na primeira semana do mês de junho», sublinhou a responsável da AHP.

Para o resto o mês,as expectativas baixam para cerca de metade, excepto durante o fim de semana de 25 e 26 de junho, «o que deverá estar relacionado com a realização de congressos», diz Cristina Siza Vieira.

No Algarve, também 75% dos 25 hotéis consultados «deram resposta positiva» quando questionados se esperam uma ocupação superior a 50% para o mês de junho. De 11 a 13 e 26 a 28 de junho, 100% dos inquiridos esperam ter mais de metade dos estabelecimentos ocupados por turistas, destacou Cristina Siza Vieira.

Em relação ao Porto, os resultados são «estáveis», explicou a dirigente. Na primeira semana do mês, 75% dos inquiridos esperam mais de metade de ocupação - resultado que pode ser justificado com a realização do festival NOS Primavera Sound, entre 4 e 6 de junho. As perspectivas também são boas para o período entre 11 e 13 de junho. Nos restantes dias do mês, baixam para metade.

O inquérito Future Monitor é realizado regularmente pela Associação de Hotéis de Portugal. Baseia-se nas respostas de inquiridos representativos de hotéis das três zonas onde é realizado.