A ocupação hoteleira no Algarve subiu 4,7% em junho deste ano, face ao mesmo mês de 2012, revelam dados provisórios publicados pela Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA).

A taxa de ocupação global média por quarto no Algarve foi de 73,1%, ou seja, 4,7% acima do verificado em junho do ano passado, subida justificada pelo aumento dos mercados irlandês, holandês e britânico.

As zonas de Carvoeiro, Armação de Pêra e Albufeira foram as que apresentaram as maiores subidas, mas foi em Vilamoura que se registou a taxa de ocupação média mais elevada, com 80,2%.

De acordo com a AHETA, a zona de Portimão/Praia da Rocha registou a taxa de ocupação mais baixa, com 64,4%.

Por nacionalidades, as principais descidas registaram-se nos mercados alemão (menos 11,8%) e espanhol (menos 31,8%) e as maiores subidas nos mercados irlandês (mais 41,6%), holandês (mais 12,5%) e britânico (mais 2,1%).

Por categorias, os hotéis e aparthotéis de três estrelas foram os que apresentaram a maior subida nas ocupações, seguidos pelos aldeamentos e apartamentos turísticos de quatro e cinco estrelas.

Os aldeamentos e apartamentos turísticos de três estrelas foram os que apresentaram a ocupação mais baixa (60,4%), enquanto os de cinco e quatro estrelas registaram a ocupação mais alta (83%), conclui a AHETA.