O preço das habitações em Portugal registou uma descida homóloga de 0,6% no quarto trimestre de 2013, a menor registada durante o ano passado, e subiu 1,4% face aos três meses anteriores, revela o Eurostat.

O gabinete oficial de estatísticas comunitário adianta que o preço das habitações na zona euro caiu 1,4% e 0,1% na União Europeia entre outubro e dezembro de 2013, comparando com o mesmo período do ano anterior, e desceu 0,7% entre os países da moeda única e 0,3% entre os 28 Estados-membros relativamente ao terceiro trimestre de 2013.

As maiores quedas homólogas no preço das habitações verificaram-se na Croácia (-14,4%), em Chipre (-9,4%) e em Espanha (-6,3%), enquanto as subidas mais acentuadas foram observadas na Estónia (15,6%), na Letónia (7,9%) e na Suécia (7%).

Na comparação com os três meses imediatamente anteriores, a Hungria (-1,8%), a Espanha (-1,3%) e a Dinamarca e a Itália (-1,2% cada) lideram a lista dos países com maiores descidas.

Já a Letónia (2,7%), a Estónia, a Lituânia (2,6% cada) e a Irlanda (2,5%) foram os países europeus com maiores aumentos nos preços das habitações na comparação com o terceiro trimestre.

Portugal observou um forte abrandamento na queda do preço das habitações em termos homólogos, registando uma descida de 0,6% nos últimos três meses do ano, quando nos três trimestres anteriores tinha registado diminuições de preços de 7,3% (primeiro trimestre), de 4,3% (segundo trimestre) e de 2,9% (terceiro trimestre).

Portugal observou ainda um aumento de 1,4% no preço das casas em relação ao terceiro trimestre.