O preço das habitações em Portugal diminuiu 7,3% no primeiro trimestre, face ao mesmo período de 2012.

A descida de 7,3% registada nos primeiros três meses deste ano no nosso país representa um agravamento face à queda de 6% verificada no trimestre anterior.

A queda dos preços registada em Portugal foi a terceira maior da União Europeia (UE), onde a descida foi de 1,4%, revelou esta quinta-feira o Eurostat. Na Zona Euro, os preços baixaram 2,2% nos primeiros três meses deste ano.

Apenas Espanha e Hungria registaram maiores descidas: 12,8% e 9,3%, respetivamente.

Já a Estónia (7,7%), a Letónia (7,2%) e o Luxemburgo (4,3%) foram os países onde o preço das habitações registou os maiores aumentos homólogos.

Comparando os primeiros três meses deste ano com o último trimestre de 2012, o preço das habitações baixou 1% na Zona Euro e 0,6% na União Europeia (UE), tendo Portugal voltado a registar uma descida superior e a quarta maior entre os Estados-membros: 3,2%.

A diminuição verificada em Portugal foi a maior desde o segundo trimestre de 2012 (últimos dados divulgados pelo Eurostat) e, entre os Estados-membros, apenas foi superada pelas observadas em Espanha (-5,1%), em Chipre (-4,8%) e na Hungria (-3,3%), numa tabela em que os maiores aumentos pertenceram à Roménia (4,3%) e à Estónia (3,1%).