Os novos contratos de arrendamento dispararam para 32 mil no mês de maio. Esta é uma consequência do maior controlo das Finanças ao arrendamento clandestino.
 
De acordo com o jornal Público, o número total de contratos registados no portal das Finanças subiu para mais de 119 mil, um número que triplicou em relação ao anterior mês de abril.
 
Uma parte dos novos registos corresponde à legalização de arrendamentos clandestinos, para a qual terá contribuído o facto de as Finanças terem contactado por email cerca de 900 mil proprietários. Este contacto eletrónico convidava os senhorios a regularizarem as suas declarações relativas a rendimentos prediais desde 2010.
 
Também a emissão dos recibos eletrónicos de renda teve uma forte adesão logo no primeiro mês, tendo sido registados em maio mais de 270 mil recibos, o que corresponde a quase nove mil recibos por dia.