O Grupo Pearson, detentor do jornal Financial Times, está à procura de compradores para o jornal britânico, noticia a Bloomberg.

Segundo aquela publicação, o grupo, com sede em Londres, está a sondar vários interessados, sendo que a editora alemã Axel Springer, dona de publicações como o jornal Bild e o Die Welt, é uma das interessadas. Entre os eventuais candidatos estão ainda investidores da Europa, Médio Oriente e Ásia.

No entanto, os representantes do Grupo Pearson e da editora alemã recusaram comentar esta informação.

O Financial Times está avaliado em cerca de 1,4 mil milhões de euros e o menor investimento na área da educação por parte do grupo é apontado como o motivo para a venda do jornal.

Fundado em 1888, o económico britânico alcançou a circulação diária de 720 mil exemplares no ano passado, sendo que tem ainda 70% de subscrições online.