A TAP realizou, até às 18:00, apenas cerca de metade dos voos previstos para hoje devido à greve dos tripulantes de cabine que termina à meia-noite, revelou fonte da transportadora aérea nacional.

Estavam previstos para hoje 291 voos nos aeroportos portugueses, no entanto, realizaram-se apenas 144 voos, tendo sido cancelados outros 139 voos, segundo um balanço feito às 18:00 pela empresa.

«Até agora podemos contabilizar um total de 144 voos realizados: 135 voos assegurados de acordo com o previsto e, além destes, a TAP fez mais nove devido a tripulações que se apresentaram ao serviço», disse à Lusa fonte oficial da TAP.

Para hoje, estava prevista a presença de cerca de 30 mil passageiros nos aeroportos, mas a maioria foi previamente contactada pela TAP no sentido de encontrar uma solução alternativa que minimizasse o impacto da greve nas suas viagens.

«Grande parte dos passageiros com reservas para este dia tinha já sido previamente reacomodada em outros voos e hoje, ao longo do dia, procedeu-se à proteção dos restantes passageiros», disse a mesma fonte, explicando que em alguns casos a solução passou por hospedar os clientes em hotéis enquanto aguardam a sua viagem.

Quanto aos 2.500 passageiros com voos programados para hoje que não tinham sido contactados pela TAP, a empresa referiu que à hora de almoço cerca de metade «já tinha a sua situação resolvida, ou seja, a TAP já tinha conseguido fazer uma oferta alternativa para essas viagens».

A impossibilidade de contactar previamente aqueles passageiros deveu-se ao facto de a transportadora «não ter o contacto ou por estarem eventualmente em trânsito».

A greve foi convocada pelo Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC), filiado na UGT, e tem como propósito exigir da TAP o cumprimento de Acordo de Empresa, em vigor desde 2006, designadamente o direito a um fim de semana de descanso extra de sete em sete semanas e um planeamento atempado das escalas de serviço.

A paralisação dos tripulantes de cabine da TAP está repartida em dois períodos: o primeiro começou entre as 00:00 e as 23:59 de quinta-feira passada e continua hoje, o segundo será a 30 de novembro e 02 de dezembro.