«Não haverá quaisquer medidas de austeridade adicionais.»






















«Olhando para o futuro, e para além de tensões atuais, a nossa tarefa conjunta é redesenhar a Europa de modo a que os alemães e gregos, em conjunto com todos os europeus, possam reimaginar a nossa união monetária como um reino de prosperidade partilhada», vincou o ministro na sua página na Internet.