O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, iniciou esta terça-feira uma série de consultas de última hora com alguns líderes europeus e da Comissão Europeia (CE) na procura de uma solução para o bloqueio das negociações.

De acordo com a Lusa, fontes governamentais disseram que Tsipras falou com o presidente da CE, Jean-Claude Juncker, com o governador do Banco Central Europeu, Mario Draghi, e com o presidente do Parlamento Europeu Martin Schulz, sem darem pormenores sobre o conteúdo das conversas.

Segundo os media locais, o executivo grego mantém a “linha aberta” com a CE e fontes governamentais citadas falam de um dia “muito interessante”.

O presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, cancelou nas últimas horas uma entrevista com a estação holandesa RTL, alegando "obrigações urgentes", noticia a agência Reuters.

O ministro das Finanças grego, Yanis Varoufakis, confirmou esta terça-feira que a Grécia não vai reembolsar o empréstimo de cerca de 1.600 milhões de euros ao Fundo Monetário Internacional (FMI), que vence hoje. 

Varoufakis foi questionado por jornalistas que o esperavam à entrada do Ministério das Finanças em Atenas. "Não", respondeu laconicamente, antes de entrar no ministério. 

Também esta manhã, o ministro reclamou uma proposta "viável" por parte dos credores, numa altura em que está em análise uma proposta de última hora feita pela Comissão Europeia a Atenas.