O Presidente francês considerou hoje “um êxito” o acordo alcançado entre a Grécia e os parceiros da zona euro para um terceiro resgate, acreditando que permitirá o regresso do país ao caminho do crescimento, investimento e estabilidade.

O acordo alcançado "demonstra que a Europa é capaz de fazer avançar os princípios da solidariedade e da responsabilidade. É também um êxito para a Grécia, que fez os esforços esperados", afirma o Presidente François Hollande num comunicado divulgado pelo Palácio do Eliseu.

Para François Hollande, o acordo alcançado na sexta-feira à noite "é a tradução do encontrado pelos chefes de Estado e de Governo no passado dia 13 de julho, em que a França e a Alemanha desempenharam um papel importante".

O Eurogrupo aprovou o terceiro programa de ajuda para a Grécia, que vai disponibilizar ao país helénico um total de 86 milhões de euros durante três anos. A primeira tranche do programa será de 26 mil milhões de euros. 

Fontes próximas do Eurogrupo afirmaram que destes 26 mil milhões, cerca de 10 mil milhões serão usados para recapitalizar a banca, 7,2 mil milhões serão para o Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (EFSM), 3,7 mil milhões para pagar ao BCE e 1,6 mil milhões para o FMI.