O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, vai voltar a encontrar-se com o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, esta sexta-feira, de acordo com o jornal grego Kathimerini.
 
Recorde-se que a reunião entre os dois responsáveis acontece no dia em que termina o prazo para Atenas reembolsar os mais de 300 milhões de euros ao Fundo Monetário Internacional (FMI).

A Grécia dispõe de fundos suficientes para fazer frente na próxima sexta-feira ao pagamento de 305 milhões de euros ao Fundo Monetário Internacional (FMI), mas o Governo grego ainda não deu a ordem para transferir o dinheiro.

Segundo fontes da Agência de Gestão da Dívida Pública grega (PDMA, nas siglas em inglês), citadas pela EFE, tanto o dinheiro de quinta-feira como a parcela de 335 milhões de euros que vence a 12 de junho, estão disponíveis, mas a decisão de fazer ou não os pagamentos "é política".
 
Na quarta-feira, Tsipras voou para Bruxelas onde esteve reunido com Juncker e com o presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, com o objetivo de analisar mais uma proposta com vista ao desbloqueio de mais uma tranche de ajuda financeira, mas o encontro voltou a não dar em nada.
 

Após a reunião, Tsipras escreveu na sua conta no Twitter: "A nossa proposta continua a ser a única que é realista e construtiva. As discussões vão continuar".

 
A Grécia e as instituições credoras continuam com divergências significativas quanto às medidas a tomar no sistema de pensões, havendo já algumas aproximações noutros temas, como o objetivo para o saldo orçamental primário, disse o primeiro-ministro grego.