Portugal vai pagar mais de 10 mil milhões de euros ao Fundo Monetário Internacional até dezembro.
 
Este pagamento é 20 vezes superior aos 500 milhões previstos para este ano e, para fazê-lo, o Governo contraiu mais dívida.
 
O motivo é que, pagar antecipadamente ao FMI vai permitir poupar 730 milhões de euros em juros em quatro anos.
 
De acordo com a Agência de Gestão da Dívida Pública, nota o Diário de Notícias, o Governo decidiu, por isso, amortizar mais cedo o pagamento ao FMI. Para tal, contraiu mais 6,4 mil milhões de euros em dívida, mas com juros mais baixos.