O primeiro-ministro português, Passos Coelho, disse hoje que as perspetivas divulgadas hoje pelo Banco de Portugal mostram que o País conhecerá em 2014 uma recuperação económica bastante importante, tendo destacado o contributo da procura interna.

Pedro Passos Coelho mostrou otimismo em relação às perspetivas da economia portuguesa este ano, quando falava para membros da comunidade portuguesa em Moçambique, no âmbito da sua deslocação ao país, para participar na II Cimeira Portugal-Moçambique.

Confira as estimativas do Banco de Portugal

«O Banco de Portugal mostra, com grande confiança, que a recuperação da nossa economia em 2014 será já sensível, Portugal conhecerá ao longo deste ano uma recuperação económica bastante importante», declarou o chefe do governo português.

Pedro Passos Coelho apontou a importância da procura interna nos dados hoje divulgados pelo Banco Portugal, frisando que dão uma indicação de que a economia portuguesa entrará no caminho para a recuperação.

«A recuperação económica virá não só das exportações, mas também do mercado interno, o que significa que, ao fim de três anos de dificuldades, começamos já a ter, não só uma certa estabilidade, mas também uma certa recuperação do nosso mercado interno», destacou o primeiro-ministro português.

Para Pedro Passos Coelho, o cenário avançado pelo Banco de Portugal dá um sinal de que o país poderá inverter a situação de maior recessão, criando condições para atrair novamente os portugueses que se sentiram obrigados a emigrar devido à crise económica.

«Isto significa que, dentro de algum tempo, poderemos inverter essa situação de maior recessão que se instalou no país e que obrigou tantos portugueses a procurarem outras paragens», afirmou Pedro Passos Coelho.