“A prioridade agora é ter um final positivo nas negociações. Tudo o resto tem o seu tempo”, disse Tsipras, considerando que tem agora um “forte mandato” para fechar um acordo com os credores internacionais.








Acordo hoje?