O Governo sublinha que não há novas medidas no âmbito da contratação coletiva, apesar das recomendações de Bruxelas.

Governo e sindicatos discutiram esta manhã os números da contratação coletiva. Em 2014 foram publicados 161 acordos, que abrangeram 146 mil trabalhadores.
 
À saída da reunião, o secretário de Estado do emprego, Octávio de Oliveira sublinhou a subida de 66% face a 2013, e acrescentou que não há novas medidas previstas.

Para os sindicatos, o Governo está a distorcer a realidade, ao comparar os dados de 2014 com os últimos anos. À saída da reunião a CTGP e a UGT consideraram que os números da contratação coletiva, no ano passado, continuaram a ser muito baixos face ao que acontecia antes da crise.