O novo presidente do Conselho de Administração da RTP, Gonçalo Reis, disse esta quarta-feira que a sua equipa vai começar a trabalhar «rapidamente» e começar a ouvir as estruturas e os contributos internos.

Gonçalo Reis e equipa - Nuno Artur Silva e Cristina Vaz Tomé - foram hoje ouvidos na comissão parlamentar para a Ética, a Cidadania e Comunicação.

Questionado pelos jornalistas no final da audição sobre quando iniciam as suas funções, Gonçalo Reis disse que «rapidamente».

Depois de elaborado o Projeto Estratégico, este «tem de ser detalhado», é preciso «ouvir as estruturas», obter «os contributos internos e depois iniciar o processo de reorientação do serviço público», acrescentou.

O Conselho de Administração cessante, constituído por Alberto da Ponte, Luiana Nunes e António Beato Teixeira, apresentou hoje a renúncia do cargo e agradeceu o «abnegado esforço» dos trabalhadores para o futuro de uma empresa económica e financeiramente sustentável.