A construtora automóvel «General Motors» (GM) anunciou, esta segunda-feira, a recolha de 8,4 milhões de veículos em todo o mundo, mas principalmente nos Estados Unidos, devido a diferentes problemas mecânicos.

Ao todo, a GM vai chamar perto de 30 milhões de veículos, operação que vai custar 1,2 mil milhões de dólares (perto de 900 milhões de euros) no segundo trimestre, devido às reparações que o "número um" norte-americano do automóvel vai ser obrigado a realizar.

A operação anunciada implica quatro das marcas da GM, «Chevrolet», «Cadillac», «Buick» e «GMC», e modelos produzidos entre 1997 e 2014. Nos Estados Unidos, vão ser recolhidos 7,6 milhões de veículos