A General Motor vai recolher cerca de 3.200 carrinhas movidas a gás natural, devido à possibilidade de uma fuga de gás que aumenta o risco de incêndio.

O anúncio da marca foi feito esta quinta-feira, mas a GM, citada pela Reuters, garante que até à data não há registo de qualquer incidente.

Os modelos em causa são a Chevrolet Express e GMC Savana, dos anos de 2011 e 2014. Existem atualmente 3.196 carrinhas registadas nos Estados Unidos e 13 no Canadá.

A marca vai reparara as carrinhas sem qualquer curso para os clientes, mas para já, os componentes ainda não estão disponíveis.

A GM irá notificar os proprietários dos veículos em causa quando as carrinhas puderem começar a ser reparadas.