A Rússia e a Ucrânia voltam na segunda-feira a reunir-se com a União Europeia (UE) para encontrar uma solução para o conflito em torno do preço do gás russo, que ameaça o abastecimento da Europa.

Um porta-voz do ministério da Energia russo confirmou, este domingo, às agências locais que as três partes vão reunir-se na segunda-feira à tarde, em Bruxelas, na véspera do fim do prazo dado a Kiev pela empresa russa de gás, a Gazprom, para o pagamento da dívida, antes de esta cortar o abastecimento.

Trata-se da quinta reunião ministerial em Bruxelas, mas nem Moscovo nem Kiev cederam apenas um milímetro nas suas exigências sobre o pagamento de dívidas e a revisão das taxas de gás, respetivamente.