Mais uma semana, nova subida do valor dos combustíveis. Ao que a TVI24 apurou, se nada se alterar, é melhor atestar o carro antes da madrugada de segunda-feira, sempre poupa em um depósito de combustível.

A gasolina deve aumentar 3 cêntimos por litro e o gasóleo 1,5 cêntimos em cada litro. A razão? A evolução do preço do petróleo nos mercados internacionais nas últimas semanas. Hoje, no que toca ao tipo de crude, Brent, que serve de referência às importações portuguesas, a cotação é de aproximadamente 74, 5 dólares o barril. E se revela sinais de queda (em termos percentuais), a verdade é que nas últimas semanas o sentido tem sido de alta.

Ora o preço do barril de petróleo pesa mais de 30% no preço de referência da gasolina - preço sobre o qual quem nos vende o combustível na bomba coloca a margem (para ganhar algum dinheiro). No caso do gasóleo, a percentagem do custo do petróleo no preço de referência chega a mais de 40%.

Com o litro do combustível a subir, o melhor mesmo é procurar um posto em que possa abastecer mais barato, e fica aqui a nossa ajuda com base nos dados da Direção Geral de Energia e Geologia: veja aqui. 

Ainda de acordo com os dados disponíveis no site da Direção Geral de Energia e Geologia, e tomando como exemplo a gasolina 95 e o gasóleo, podemos verificar que é possível que o preço médio destes combustíveis supere os 1,61 euros por litro e 1,4 euros por litro, respetivamente, na próxima segunda-feira. É que ontem (dia 26 de julho) a gasolina 95 custava, em média, nos postos do continente, 1,6167 euros e o gasóleo 1,4001 euros por litro. Mesmo assim, e se considerarmos a estatística média/ diária destes dois combustíveis encontramos valores mais elevados já deste mês de julho, no caso da gasolina, quando quase chegou aos 1,63 euros por litro.