O presidente executivo da Galp, Manuel Ferreira de Oliveira, recebeu uma remuneração total de cerca de 1,64 milhões de euros em 2013, mais 4,87% do que no ano anterior, segundo o Relatório de Governo Societário, hoje divulgado.

De acordo com o documento, enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o presidente executivo da Galp auferiu, em 2013, de uma remuneração fixa de 1.069.600 euros, a que se somaram 305.600 euros de remuneração variável e 267.400 euros em PPR (Plano de Poupança Reforma), o que totaliza 1.642.600 euros.

Em 2012, Manuel Ferreira de Oliveira também tinha recebido uma remuneração fixa de 1.069.600 euros e 267.400 euros em PPR, a que juntaram 229.200 euros de remuneração variável, totalizando 1.566.200 euros.

O montante anual da remuneração auferida de forma agregada pelos membros dos órgãos de administração da Galp foi de 5.057.277,09 euros, em 2013, sendo 4.250.553,80 euros a título de remuneração fixa e 806.723,29 euros como remuneração variável.

A Galp Energia encerrou 2013 com um lucro de 310 milhões de euros, menos 13,9% do que no ano anterior.