O ministro das Finanças francês, Michel Sapin, apelou esta segunda-feira a um «financiamento seguro» para a Grécia de acordo com as «normas europeias», enquanto o novo governo de Atenas prossegue com as medidas anti austeridade.

«Temos de assegurar o financiamento para que a Grécia não fique à merce de uma situação de pânico dos mercados, mas não podemos simplesmente dizer “nós financiamos”», disse o ministro na reunião com os seus homólogos do G20 (grupo das 19 economias mais avançadas e a União Europeia) em Istambul.