Portugal vai receber quase 6,5 milhões de euros de ajudas no âmbito do fundo de reserva para crises no setor agrícola, que reverte para os agricultores se não for utilizado, segundo um regulamento adotado esta sexta-feira.

Com base nas declarações de despesas, Portugal vai receber 6.448.884 euros de um montante de reembolsos total de 409,8 milhões de euros “da disciplina financeira aplicada no exercício financeiro de 2015”, segundo o regulamento, que deve ser aplicável a partir de 01 de dezembro.

Os montantes têm que ser pagos aos agricultores até 16 de outubro de 2016.