O ministro dos Transportes alemão, Alexander Dobrindt, afirmou hoje que são cerca de 2,8 milhões de veículos do grupo Volkswagen na Alemanha que estão equipados com os dispositivos que permitem falsear os testes de emissões poluentes.

"Pelo que sabemos atualmente, os dispositivos afetam não só os automóveis de passageiros, mas também os pequenos veículos comerciais da Volkswagen", afirmou Alexander Dobrindt, citado pela agência de notícias alemã DPA.


A empresa admitiu no início desta semana que 11 milhões de seus veículos a gasóleo em todo o mundo estão equipados com o ' software' que falseia os controlos de poluição quando o carro está em teste e desliga quando está em modo de condução.

Mercedes e Smart negam acusação de falsear emissões poluentes


A fabricante de automóveis Daimler, que detém a marca Mercedes-Benz, desmentiu firmemente a acusação de uma organização ambiental alemã de que também teria falseado os testes de emissões, tal como o grupo Volkswagen admitiu.

"Negamos categoricamente a acusação de manipular os testes de emissão em relação aos nossos veículos", disse o fabricante de Mercedes-Benz e Smart num comunicado.


"Um dispositivo que falseia as emissões de gases de forma ilegítima durante os testes nunca foi e nunca será usado na Daimler", adiantou.