O défice orçamental da França em 2013 deve situar-se nos 74,9 mil milhões de euros, uma redução de 12 mil milhões num ano, inferior mesmo assim ao previsto no outono, revelou esta quinta-feira o Ministério da Economia francês.

Os 2,7 mil milhões de euros de défice a mais ficaram a dever-se a «receitas fiscais inferiores ao previsto, devido principalmente a uma conjuntura desfavorável», indicaram em comunicado os ministros da Economia, Pierre Moscovici, e o seu homólogo do Orçamento, Bernard Cazeneuve.

As despesas do Estado também falharam as previsões, mas pela positiva, uma vez que ficaram 600 milhões de euros abaixo do esperado, nos 368,1 mil milhões, graças em particular aos juros baixos de que a França beneficia.