Bill Gates recuperou o título de homem mais rico do mundo na lista de milionários da revista Forbes publicada esta segunda-feira, que o classifica como a pessoa com maior fortuna nos Estados Unidos pelo 20.º ano consecutivo.

Com um património calculado em 72.000 milhões de dólares, Gates ultrapassou Carlos Slim, depois de no ano passado o magnata mexicano ter superado em riqueza o dono da Microsoft.

O especulador financeiro Waren Buffett voltou a ocupar o segundo lugar dos mais ricos dos Estados Unidos, depois de ter somado 12.500 milhões de dólares à sua fortuna, elevando-a a 58.500 milhões de dólares.

O presidente da câmara de Nova Iorque, Michael Bloomberg, surge no décimo lugar da lista, com 31.000 milhões de dólares.

Mark Zuckerberg somou 9.600 milhões de dólares ao seu património desde que as ações da rede social Facebook aumentaram a sua cotação e tem agora na sua conta 19.000 milhões de dólares, com os quais regressou ao grupo das 20 pessoas mais ricas do país, de que tinha sido excluído no ano passado.

«Cinco anos após a crise financeira que levou as fortunas de muitos nos Estados Unidos e no mundo, os mais ricos, como grupo, recuperaram tudo o que perderam», lê-se no artigo da Forbes.

«As 400 pessoas mais ricas dos Estados Unidos têm um valor combinado sem precedentes de 2,02 biliões de dólares, mais ou menos equivalente ao Produto Interno Bruto (PIB) da Rússia», acrescentou.