O ministro da Administração Interna anunciou hoje a realização de um concurso urgente, que terá um prazo de 15 dias, para a contratação de 40 meios aéreos de combate a incêndios florestais para 2018 e 2020.

As declarações aos jornalistas de Eduardo Cabrita, que hoje visitou a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), no âmbito do Dia da Proteção Civil, surgem após o Conselho de Ministro ter autorização a realização de despesa, por parte da ANPC, para a contratação de meios aéreos de combate aos incêndios florestais para o período de 2018-2020, num montante total de 48.888.667 euros.

Esta autorização de despesa surge após o concurso público internacional lançado pelo Governo no final do ano passado para aluguer de 50 meios aéreos de combate a incêndios ter permitido apenas a contratação de dez helicópteros, ficando os restantes desertos.

Ajustando as necessidades de alguns lotes por ter havido decisão do júri de não consideração das candidaturas apresentadas, fazemos agora por concurso urgente que a lei prevê que possa decorrer de um prazo de 15 dias”, disse Eduardo Cabrita.