A Autoridade Tributária e Aduaneira garante que o sistema de contra-ordenações tem estado operacional durante esta semana.

O desmentido surge na sequência de uma denúncia do presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos, Paulo Ralha, que esta quinta-feira apontou que as contraordenações do fisco estão paradas desde o início desta semana, devido a problemas informáticos.

«Com efeito, desde segunda-feira feira já foram emitidos e pagos efetivamente 13.448 documentos para pagamento de coimas, o que compara com os 11.271 documentos do período homólogo em 2013», sublinha o Ministério das Finanças.

O Ministério acrescenta ainda que coimas cobradas entre segunda-feira (dia 16) e quarta-feira (18) desta semana ascenderam a um valor global de 1.126.980 euros, que compara com apenas 611.425 euros cobrados no período homólogo de 2013.