O Banco de Investimento Global (BiG) registou nos primeiros nove meses do ano de 2013, a 30 de Setembro, um lucro líquido consolidado de € 42,3 milhões, um aumento de 85% face ao mesmo período de 2012.

O aumento do produto bancário foi impulsionado pelo crescimento da margem financeira líquida (+37%), comissões líquidas (+21%) e dos resultados de tesouraria e operações financeiras (+115%), compensando largamente a subida ligeira de custos operacionais que suportam o crescimento moderado do banco e o significativo aumento de provisões para impostos. O ativo líquido aumenta 8% para 1.236 milhões, enquanto os ativos sob supervisão aumentaram 37% para 1.764 milhões.

Os depósitos de clientes aumentaram 10,6%, para 629 milhões de euros, já o rácio de Crédito concedido/depósitos de clientes baixou para 29%.

Carlos Rodrigues, Presidente do Conselho de Administração e CEO do BiG, comentou:: «Os indicadores de atividade dos primeiros nove meses do ano, são resultado da focalização de todas as áreas do banco nos princípios básicos de banca e na absoluta prioridade em proteger os interesses e património dos nossos clientes e acionistas, mesmo que num ambiente de condições de mercado incertas e muitas vezes adversas».