Agora que a dedução fixa por cada filho subiu para 600 euros, as famílias com filhos saem a ganhar ainda mais com o Orçamento do Estado de 2016.

A medida beneficia sobretudo a chamada classe média, que ganha agora mais 50 euros líquidos por ano, com cada filho.

Simulações feitas pela consultora Deloitte para a TVI mostram que um casal com dois filhos e um rendimento bruto mensal de mil euros poupa em IRS este ano quase 285 euros, face a 2015.

O mesmo casal, mas com um rendimento bruto de dois mil euros mensais vai pagar menos 121 euros de IRS do que no ano passado.

Mas se este mesmo casal tiver um rendimento bruto de quatro mil euros por mês, a fatura de IRS já sai mais cara, paga mais 71 euros que em 2015.

Já um solteiro, com um filho, e um salário bruto de mil euros mensais ganha este ano 61 euros. Se o rendimento mensal subir para dois mil euros, a poupança dispara para 240 euros.

Este é o resultado também das várias alterações introduzidas no IRS pelo Governo PS face ao regime herdado da coligação de direita. E que passam pelo regresso do quociente conjugal em vez do quociente familiar, pela redução progressiva da sobretaxa consoante o rendimento e a atualização dos escalões em 0,5%.