A administração da Soflusa, empresa responsável pela ligação fluvial entre o Barreiro e Lisboa, e os sindicatos chegaram a um entendimento sobre o Acordo de Empresa e a as escalas de serviço, disse hoje à Lusa fonte sindical.

«Realizámos hoje um plenário para dar conta aos trabalhadores do resultado das negociações entre as partes e de um protocolo de entendimento a que se chegou que resolve o problema das escalas de serviço e mantém o Acordo de Empresa», disse à Lusa José Manuel Oliveira, da Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans).

O sindicalista explicou que o Acordo de Empresa vai ser enviado para publicação nos mesmos termos em que existe agora. «Vai ser possível ter o Acordo de Empresa por mais cinco anos, sinal de que este não é um problema de gestão para a empresa», acrescentou.

A Lusa contactou a administração da Soflusa, que confirmou o entendimento entre as partes sobre os dois temas.

Apesar do acordo, José Manuel Oliveira explicou que o mesmo não é a garantia de uma paz social na Soflusa.

«Este acordo não resolve todos os problemas, apesar de ser importante. Não é um acordo que garanta a paz social na empresa, pois os trabalhadores continuam a ser confrontados com muitos cortes salariais», concluiu.