A Valérius Textêis, uma empresa de Barcelos, esteve esta manhã reunida com trabalhadores da Ricon Industrial, em Famalicão, para averiguar uma eventual compra de uma unidade de produção desta fábrica, que entrou em insolvência.

Ao que a TVI apurou, os responsáveis da Valérius Textêis estarão interessados em aproveitar alguns trabalhadores e material da Ricon para expandir o negócio. 

"Por um lado, pelo respeito pela situação que estas pessoas estão a viver, pela qual gostaríamos de demonstrar alguma solidariedade. Por outro lado, pelo reconhecimento efetivo das competências que estas pessoas têm", explicou Alfredo Castanheira, responsável pela comunicação da Valérius Textêis.

Recorde-se que, com cerca de 800 trabalhadores, o grupo Ricon, detentor das lojas Gant em Portugal, entrou em insolvência e as assembleias de credores têm apontado todas no sentido da liquidação.

A  Câmara de Famalicão já tinha anunciado que tem uma “bolsa de disponibilidade imediata” de 350 empregos para os trabalhadores da Ricon, manifestada à autarquia por cerca de duas dezenas de empresas do concelho, grande parte do setor têxtil.