O Brasil é “um mercado estratégico e muito importante para os vinhos da Região Demarcada do Douro, não só pela sua dimensão, mas pelo perfil do consumidor desejoso de novas experiências, o que é uma excelente oportunidade para a contínua aposta na valorização do produto.”