"Trazer empresários de outros mercados é o melhor modelo [para promover as exportações]. Este contacto é muito eficaz", sublinhou José Eduardo Carvalho.





Os produtos mais apetecidos pelos importadores


"Pelas intenções expressas junto da organização do evento, os compradores internacionais vêm fundamentalmente à procura de têxteis, calçado, novas tecnologias, turismo, materiais e equipamentos de construção, mobiliário, cerâmica, vidro, cortiça, vinho e azeite, entre outros produtos do setor agroalimentar", lê-se no comunicado.