Portugal exportou 148,6 milhões de euros para a Noruega em 2014 e importou 57,8 milhões de euros daquele país nórdico no mesmo ano, segundo números da AICEP - Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal.

Por setores, os bens que Portugal mais exportou para a Noruega no ano passado foram minerais e minérios (25,6 milhões de euros), materiais têxteis (14,2 milhões de euros) e calçado (13,2 milhões de euros), de acordo com as estatísticas disponibilizadas no portal da AICEP.

Já os produtos que Portugal mais importou da Noruega em 2014 foram os combustíveis minerais (26,8 milhões de euros), os metais comuns (13,8 milhões de euros) e produtos agrícolas (6,7 milhões de euros).

Considerando o conjunto das trocas comerciais da Noruega, os combustíveis e os óleos minerais representaram 64,5% do total das exportações em 2014, ao passo que as máquinas e equipamentos mecânicos representaram 14,7% do total das importações naquele ano.

Os números da AICEP mostram que, em 2014, Portugal estava na posição número 25 da lista de clientes da Noruega, liderada pelo Reino Unido, pela Alemanha e pela Holanda.

Portugal ocupava o lugar 36 na lista de fornecedores, sendo a Suécia, a Alemanha e a China os três maiores fornecedores deste país nórdico.

Com uma área de pouco mais de 323.000 quilómetros quadrados e uma população de cerca de 5,2 milhões de pessoas, a economia norueguesa cresceu 2,2% em 2014 e deverá crescer 0,8% este ano e 1,9% em 2016.

O Presidente da República, Cavaco Silva, vai realizar uma visita oficial à Noruega, que se inicia esta segunda-feira e que termina na quarta-feira, e o mar vai estar no centro da agenda.

Acompanhado por uma comitiva 30 investigadores, duas dezenas de empresários de biotecnologia e cerca de 20 empresários de setores como a energia, construção e tecnologia, Cavaco Silva partirá de Lisboa ainda no domingo, mas o programa da visita só terá início na segunda-feira de manhã, em Oslo, a capital norueguesa.