A taxa de desemprego na zona euro caiu, em fevereiro, para o valor mais baixo desde agosto de 2011.  valor, 10,3%, é inferior tanto em termos mensais como anuais. Os dados foram divulgados esta segunda-feira pelo Eurostat. 

De facto, em janeiro, a taxa foi de 10,4% e em fevereiro de 2015 foi de 11,2%, 

De acordo com o gabinete oficial de estatísticas da União Europeia, no conjunto dos 28 Estados-membros, a taxa de desemprego ficou-se, em fevereiro, nos 8,9%, estável face ao mês anterior. O valor está abaixo dos 9,7% registados em fevereiro do ano passado. 

As menores taxas de desemprego foram registadas na Alemanha (4,3%) e na República Checa (4,5%).

Já a Grécia (24% em dezembro de 2015) e Espanha (20,4%) têm as taxas de desemprego mais elevadas. 

Quanto a Portugal, está ainda acima da média da zona euro, com uma taxa de 12,3% em fevereiro. Um aumento de 0,2 décimas em relação à estimativa definitiva feita pelo Instituto Nacional de Estatística em janeiro, mês em que a taxa estabilizou.