A PRAXIS, plataforma europeia que aproxima jovens e empresas, já está disponível online e resulta de um projeto europeu liderado pelo Instituto de Engenharia do Porto, com um orçamento superior a um milhão de euros.

O projeto abre o mercado europeu de trabalho aos alunos do ensino superior, facilitando assim a sua colocação, estando já disponível «disponível uma vasta oferta de estágios e projetos» para que os interessados «possam facilmente encontrar um projeto/estágio que de adeque ao seu perfil», refere comunicado divulgado esta quarta-feira.

Na plataforma «estão também centralizados recursos educativos e técnicos que explicam como o estudante se deve preparar, o que tem à sua espera e como tirar partido do projeto ou estágio após a sua conclusão».

«O projeto tem como grande objetivo promover a empregabilidade dos alunos, colocando ao seu dispor ofertas de estágio e projeto em qualquer ponto da Europa, em qualquer área de estudo e grau de ensino», acrescenta o documento.

O PRAXIS foi criado ao abrigo do programa Erasmus da União Europeia e «proporciona uma dimensão Europeia sem precedentes às atividades curriculares de projeto/estágio, constituindo-se como um contributo significativo para o Espaço Europeu de Ensino Superior».

A plataforma reúne 95 instituições de toda a Europa, África e EUA, de entre universidades, empresas, laboratórios de investigação, câmaras de comércio, entre outros.