Está a ser uma semana negra para a moeda do Reino Unido. A libra estrelina registou hoje a maior queda dos últimos 31 anos na paridade face ao dólar norte-americano, nos 1,2762 dólares, o valor mais baixo desde 1985.

Uma reação que os analistas consideram associada ao prazo anunciado este fim-de-semana a primeira-ministra britânica, Theresa May, para o início do processo formal que irá separar o Reino Unido da União Europeia. May disse, na conferência anual do Partido Conservador, que está determinada em seguir em frente com o processo e ganhar o "acordo certo", num movimento para amenizar os receios dentro de seu partido que ela possa atrasar a separação.

O Artigo 50 do Tratado de Lisboa, quando acionado, dará à Grã-Bretanha um período de dois anos para resolver um dos mais complexos acordos na Europa desde a Segunda Guerra Mundial e que irá redefinir os laços deste país com o seu maior parceiro comercial.

Já ontem a libra estrelina tinha recuado para mínimos de três anos face ao euro e de três meses face ao dólar.