Quem quiser jogar no Euromilhões, terá também de jogar no Toto Sorteio. E vice-versa. O prémio semanal deste novo jogo social, explorado pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, será de um milhão de euros.

Mas a aposta mais simples, no Euromilhões, também aumenta em 20 cêntimos. De dois euros para 2,20 euros. E somando o novo Toto Sorteio, acabará por ficar em 2,50 euros: quinhentos escudos, no tempo do Escudo.

Esta quinta-feira, o Conselho de Ministros aprovou o regime jurídico do novo jogo, que será explorado em conjunto com o Euromilhões.

Combater a oferta ilegal que se verifica existir neste tipo de sorteios de números, assim como equiparar as regras nacionais do jogo Euromilhões às restantes Lotarias da União Europeia" é a justificação dada pelo Governo, no comunicado do Conselho de Ministros.

Euromilhões mais caro

Segundo o regime jurídico, "a participação no Euromilhões implica a participação no Totosorteio e a participação no Totosorteio implica a participação no Euromilhões".

Contas feitas, a aposta mínima sobe de preço. O novo jogo consiste num sorteio de números pelo preço de 0,30 euros por aposta. A somar ao valor da aposta no Euromilhões, que será atualizada para 2,20 euros.

A soma da aposta mínima ficará assim nos 2,50 euros, com os apostadores portugueses a ficar habilitados, semanalmente, a um prémio garantido no valor de um milhão de euros.  

O Conselho de Ministros refere que a criação deste jogo visa combater a "oferta ilegal", canalizando-a, "em estritas condições de segurança, integridade e transparência,  garantidas pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa", a quem foi concedida a organização e exploração do jogo.

É assegurado que os resultados líquidos destas apostas continuem destinados a fins de interesse público", acrescenta o comunicado do Conselho de Ministros.