A companhia aérea alemã Air Berlin anunciou hoje ter solicitado a abertura de um processo de insolvência depois da decisão do seu acionista maioritário Etihad Airways de não continuar a prestar apoio financeiro, adiantou a AFP.

O Governo, a Lufthansa e outros parceiros apoiam a Air Berlin nos seus esforços de reestruturação” e os seus aviões vão continuar a voar, indicou a companhia com sede em Berlim em comunicado.

A Lufthansa, gigante alemão da aviação, indicou em comunicado, estar em negociações com a Air Berlin para o resgate das atividades da empresa em dificuldades, que permitirá contratar pessoal. Isto depois de já ter anunciado que iria contratar mais de 3.000 novos funcionários ao longo deste ano de 2017. O grupo alemão, que tem várias companhias aéreas, precisa sobretudo de assistentes de bordo.