O Governo quer concertar com o PC quais os projetos de investimento que devem ser considerados prioritários.

Depois de ter sido apresentado o relatório do grupo de trabalho que aponta os portos e a ferrovia como aposta prioritária para o investimento, o próximo passo vai ser definir prioridades, até abril, avança o Diário Económico.

Para evitar um novo endividamento excessivo da economia, o Executivo quer dar mais peso aos privados no desenvolvimento destes projetos. Não só os fundos comunitários não chegam para todos estes projetos, como o risco deve ser maioritariamente assumido pelo setor empresarial.

O estudo voltou a azedar as relações entre a maioria e os socialistas, que se queixam de não terem sido ouvidos nesta matéria quando estão em causa projetos que se prolongam para além da legislatura atualmente em vigor.