Os trabalhadores dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo vão reunir-se em plenário esta segunda-feira, para analisar a situação social da empresa, depois da subconcessão ao grupo Martifer.

O encontro irá também servir para discutir a situação dos trabalhadores que mantêm o vínculo laboral com a empresa.

De acordo com a administração dos ENVC, já foram assinados mais de 150 acordos para a rescisão amigável dos contratos de trabalho.

Segundo o Diário de Notícias, a administração admite um despedimento coletivo, em função do número de adesões ao plano de rescisões.

O processo poderá acontecer depois de abril e demorar quase 3 meses.