A Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa contabilizou 47.122 milhões de euros em burlas que lesaram o Estado (Serviço Nacional de Saúde e Segurança Social) só este ano.

Os dados são relativos ao 1º semestre de 2014, escreve o Diário de Notícias.

No total, foram 755 as burlas que lesaram o Estado, mais 100 do que no período homólogo do ano anterior.

O documento revela ainda que os casos de corrupção investigados baixaram (menos 22), mas o valor envolvido é 10 vezes superior.

No ano passado, até junho, o valor cifrou-se em 1,3 milhões de euros, mas este ano foi de 12,2 milhões de euros. Em causa estiveram casos de peculato no exercício e funções públicas ou de corrupção associada ao desporto.

No total, foram investigados este ano 97.612 crimes, menos 8179 do que no 1º semestre de 2013.