A Autoridade da Concorrência (AdC) anunciou esta terça-feira, no seu portal, ter recebido no passado dia 15 a notificação prévia da operação de concentração da José de Mello com a Espírito Santo Saúde.

«Os interessados têm agora 10 dias úteis para fazer chegar ao órgão regulador quaisquer observações sobre esta operação», afirma a AdC, referindo-se à aquisição do controlo exclusivo da Espírito Santo Saúde pretendido pela José de Mello Saúde através de uma oferta pública geral de aquisição (OPA), como cita a Lusa.

A Espírito Santo Saúde opera unidades hospitalares e clínicas ambulatórias, como o Hospital da Arrábida, o Hospital do Mar, o Hospital da Luz e o Hospital Beatriz Ângelo (em regime de PPP - Parceria Público-Privada), o Hospital da Misericórdia de Évora e o Hospital de Santiago, a Clipóvoa e a Cliria, além de deter uma oferta de residências sénior - Casas da Cidade e a Casa dos Leões.