A dívida das famílias espanholas caiu em maio para 811.969 milhões de euros, menos 4,9% que um ano antes e o valor mais baixo desde 2007, segundo dados divulgados pelo Banco de Espanha (BE).

Também a dívida das empresas não financeiras caiu, reduzindo-se 11,9% para 1,095 biliões de euros.

Os empréstimos contraídos pelos espanhóis para a compra de casa representam a maior fatia da dívida (626.529 milhões de euros), um valor que também caiu 4,67% face a maio de 2012.

A redução foi ainda maior nos empréstimos para outros fins que não a compra de casa, que desceram 5,8% para 182.415 milhões de euros.

Foi o sexto mês consecutivo de descidas mensais na dívida das famílias espanholas, consolidando uma tendência que se mantém desde final de 2012.